Uma sobremesa depois do jantar, um chocolatezinho pouco antes de ir para a cama ou noites de festa são sinónimo de açúcar no corpo – algo que pode afetar negativamente a qualidade do seu sono.

Na verdade, quanto mais açúcar comer durante o dia, mais provavelmente vai acordar a meio da noite. Mesmo que não acorde completamente, o açúcar no seu organismo pode sair do sono profundo, fazendo com que se sinta exausto no dia seguinte.

Um dos maiores ingredientes para desequilibrar os níveis de açúcar no sangue é o açúcar refinado. Obviamente, presente em refrigerantes e sobremesas, mas também em muitos sumos, cereais matinais, frutas enlatadas e até molhos de culinária ou refeições congeladas. Além disso, está ainda presente em hidratos de carbono simples (como: pão branco, arroz branco e massas). Reduzir estes alimentos, substituindo-os por hidratos complexos (como cereais integrais), além de melhorar o valor nutricional da sua alimentação, vai contribuir para uma noite mais descansada.

Além disso, consumir muito açúcar durante o dia pode levar a quebras de energia, ou seja, muito sono a seguir.
Já se questionou por que deseja tanto uma sesta depois de um grande almoço? É pela mesma razão.

O ideal é que o nível de açúcar no sangue se mantenha sempre estável, além de não sentir quebras de energia ao longo do dia vai reparar que vai ser mais fácil manter um horário de sono habitual.